Pesquisar
 
 
 
 
Alterar tamanho do texto
Educação
Forave na vanguarda do ensino profissional
    17-02-2016
    Os docentes da Escola Profissional Forave, em Vila Nova de Famalicão, vão, em breve, poder lecionar as suas aulas em inglês, dotando os seus alunos de vários conhecimentos técnicos que lhes permitirão, por exemplo, trabalhar no estrangeiro com maior facilidade. Esta é apenas uma das vertentes de um projeto de boas práticas de ensino que deverá ser implementado pela Forave, e que levará os professores a receberem formação em vários países da Europa, contactando com as várias realidades laborais. A novidade foi avançada na passada quinta-feira, pela diretora pedagógica, Manuela Guimarães, durante uma visita de trabalho do presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha, àquela instituição.

    “A FORAVE realizou uma candidatura ao Programa Erasmus + Staff Training para Mobilidade de pessoal educativo do Ensino Escolar com o objetivo de implementar na FORAVE o sistema CLIL (Content and Language Integrated Learning-CLIL) ou seja, o Ensino Integrado das Línguas Estrangeiras”, explicou a responsável, acrescentando que “com este projeto pretendemos promover uma pedagogia de sucesso e um ensino marcado pela diferença através da aprendizagem da língua inglesa de uma forma transversal a determinados conteúdos de diferentes disciplinas técnicas, promovendo nos alunos uma atitude positiva e de autoconfiança”. “É um projeto ambicioso, mas que queremos implementar em breve”, sublinhou ainda.

    De resto, “ambição”, “inovação”, “empreendedorismo” e “criatividade” são conceitos que definem bem a Escola Profissional Forave. Com mais de 25 anos de existência, a escola tem, neste momento, cerca de 300 alunos inscritos em cinco cursos profissionais e três vocacionais.

    Com uma taxa de empregabilidade muito perto dos 100 por cento em quase todos os cursos, a Forave iniciou no passado ano letivo o curso de Transformação de Polímeros, “uma área promissora, onde falta mão-de-obra qualificada”, salientou Manuela Guimarães, sublinhando que “o feedback das empresas aos primeiros estágios tem sido muito positivo. Temos muitos pedidos por parte das empresas a que tentamos dar resposta”.

    A boa relação com as empresas da região é também uma das mais-valias da escola. “Temos uma relação muito forte com o tecido empresarial e com a comunidade”, referiu ainda a responsável, destacando que “os empresários são testemunhos da qualidade e da excelência do nosso ensino”.

    Paulo Cunha mostrou-se muito satisfeito com “o trabalho desenvolvido por esta escola e demonstrou a disponibilidade da autarquia em apoiar a instituição em futuros projetos”.
    O vereador da Educação, Leonel Rocha, acompanhou o presidente da Câmara Municipal nesta visita de trabalho, guiada por Manuela Guimarães, mas também pelo diretor executivo João Pedro Vilaça e pela diretora financeira, Paula Torrinha.
    Receber Notícias
 
 
Subscrever RSS  
 
Enviar por email  
 
Imprimir  
3400 leituras
 
 
TOPO
 
   
  Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão © copyright 2019 | handmade by brainhouse