Pesquisar
 
 
 
 
 
Terra de Camilo
Alterar tamanho do texto
Património Histórico-Cultural

Terra do conhecimento e da cultura, Vila Nova de Famalicão é também a terra do escritor Camilo Castelo Branco. Foi, em S. Miguel de Seide, que o romancista escreveu algumas das mais belas páginas da literatura portuguesa e, é lá que se mantêm as suas memórias na casa-museu de Camilo, um pólo de referência da cultura portuguesa.

Mas Famalicão é também uma terra do presente e, sobretudo, do futuro, destacando-se pelo dinamismo da sua política cultural, nomeadamente através da programação contemporânea da Casa das Artes.
Deste modo, Famalicão assume a Cultura como um pólo de atracção turística.

Mas aposta também na preservação e valorização do património histórico-cultural, de que, para além da Casa de Camilo, são exemplos o Centro de Estudos do Surrealismo, o Museu de Bernardino Machado, o Museu da Indústria Têxtil e o Museu Ferroviário de Lousado.

A riqueza patrimonial de Vila Nova de Famalicão revela-se também através dos raros e belos exemplares da arte românica, de que as igrejas de Santa Eulália do Mosteiro de Arnoso, igreja do Mosteiro de Landim e igreja de S. Tiago de Antas são o expoente máximo.

O património edificado de Famalicão não se esgota, no entanto aqui. São vários os vestígios da ocupação da região, na pré-história e antiguidade. Da época do cobre salienta-se a mamoa de Vermoim. Da Idade do Ferro, os castros de Penices, em Gondifelos, de Santa Tecla, em Oliveira S. Mateus, e das Ermidas, em Jesufrei. Já da ocupação romana restam diversos marcos miliários e a Villa Romana, em Perrelos, entre outros.
 
 
TOPO
 
   
  Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão © copyright 2014 | handmade by brainhouse