Pesquisar
 
 
 
 
Alterar tamanho do texto
Economia
Grupo Continental regressou ao mercado agrícola a partir de Famalicão
    05-09-2017
    A Continental Mabor em Lousado entrou hoje numa nova fase da sua vida com o regresso do Grupo Continental à produção de pneus radiais agrícolas. A inauguração das novas instalações fabris para a produção do Tractor70 e Tractor85 decorreu hoje, 5 de setembro, com a presença do Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, do membro do Conselho de Administração da Continental AG, Nikolai Setzer, da Secretária de Estado da Indústria, Ana Teresa Lehmann e do Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, entre outros convidados.

    “Com novos produtos, teremos novos mercados, novos clientes e abrimos as portas a novos desafios”. Referiu o Presidente do Conselho da Administração da Continental Mabor, Pedro Carreira, para explicar a importância da nova aposta do grupo em Vila Nova de Famalicão, que correspondeu a um investimento superior a 50 milhões de euros. Em simultâneo à nova unidade produtiva, foi construído um centro de testes "onde a equipa de I&D local, em estreita colaboração com a equipa de Hanôver, irá testar a qualidade dos pneus produzidos e irá trabalhar na otimização e futuro desenvolvimento de produtos agrícolas", referiu o mesmo responsável.

    Os parabéns à equipa de Lousado foram a nota dominante das intervenções dos responsáveis pela administração central do grupo, sediada na Alemanha, que voltaram a confirmar que a unidade de Lousado foi escolhida para receber a nova unidade "após a análise às várias fábricas do Grupo Continental devido às excelentes infraestruturas e ao empenho individual dos seus colaboradores", assinalou Nikolai Setzer. A boa imagem dos recursos humanos da Continental Mabor foi confirmada com a capacidade evidenciada na construção do novo equipamento inicial que passou do papel para a produção em apenas um ano, apesar da complexidade da obra e das inovações mundiais introduzidas no processo de fabrico.

    “É para mim muito gratificante perceber que a qualificação dos recursos humanos teve um peso determinante no processo de decisão do grupo”, referiu o Presidente da Câmara Municipal, deixando a garantia de que a qualificação dos recursos humanos no concelho, através de ensino e formação profissional de qualidade e de vários níveis, incluindo o superior, será cada vez mais uma prioridade em Vila Nova de Famalicão.

    Também o Ministro da Economia, Caldeira Cabral, reconheceu a importância dessa mais valia para o país. "É extraordinariamente importante verificar que esta empresa está não só a reforçar a sua produção, e produzir e exportar mais, mas a entrar em toda uma nova área de mercado e que decidiu, escolhendo entre as 20 fábricas que tem pelo mundo, a fábrica de Portugal como a que se apresentava com melhores padrões de qualidade, melhores resposta por parte dos trabalhadores e maior flexibilidade”, disse.

    Até ao final do ano, a Continental estima produzir um total de 5.000 pneus agrícolas, em 13 medidas diferentes. Além da produção de pneus agrícolas, Lousado já produz pneus para veículos ligeiros de passageiros, tendo uma capacidade de produção anual de cerca de 18 milhões de pneus. Prevê-se que a nova unidade fabril da continental implica a criação de perto de duas centenas de postos de trabalho diretos até 2020, à medida que vai evoluindo a produção.
    Receber Notícias
 
 
Subscrever RSS  
 
Enviar por email  
 
Imprimir  
5066 leituras
 
 
TOPO
 
   
  Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão © copyright 2017 | handmade by brainhouse