Município de Famalicão: Notícias e Informações Úteis http://www.vilanovadefamalicao.org Últimas 10 notícias 15 asdad asdasd dasdad <![CDATA[Câmara desafia famalicenses a participarem no futuro]]> http://www.vilanovadefamalicao.org/_camara_desafia_famalicenses_a_participarem_no_futuro </p><img src="http://www.vilanovadefamalicao.org/op/image/?co=88523&h=4ba67" width="312px" height="187px" border="0"/></p> A partir de 11 de setembro um confortável sofá amarelo vai convidar os famalicenses a serem agentes ativos e interessados no futuro de Vila Nova de Famalicão. Como? O ‘Sofá Visão’25’, assim foi apelidado, vai percorrer 25 locais do concelho desafiando os cidadãos a sentarem-se e a apresentarem a sua ideia sobre como gostariam de ver Vila Nova de Famalicão daqui a dez anos. Os contributos para o desenvolvimento do concelho serão registados e divulgados pelo município.

‘Sofá Visão’25’ assinala de forma criativa e original o arranque do programa “Famalicão Visão´25 - 25 ideias de futuro” - cuja proposta de realização foi apreciada pelo executivo municipal na reunião pública ordinária desta quinta-feira, 28 de agosto - que visa preparar o Plano Estratégico de Vila Nova de Famalicão para o período 2014-2025, documento que o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, espera estar concluído no final deste ano.

“Famalicão Visão’25 - 25 ideias de futuro” decorrerá até 10 de outubro e englobará um conjunto de 25 eventos públicos, subdivididos por quatro semanas temáticas, dos quais resultarão os contributos de pessoas, instituições, associações, empresas e movimentos cívicos famalicenses para o Plano Estratégico de Vila Nova de Famalicão.

Paulo Cunha, que subscreveu a informação apreciada pelo coletivo de vereadores, reforçou a importância do envolvimento e da mobilização dos famalicenses neste programa para que o Plano Estratégico “corresponda às expectativas de todos”. De acordo com o autarca, o principal objetivo é criar um documento abrangente que identifique as ambições dos famalicenses no horizonte até 2025. “Queremos um plano genuinamente elaborado pelos famalicenses, com contributos concretos e reais, para a construção do nosso futuro coletivo”, apontou, sublinhando: “Este não pode ser um trabalho apenas do presidente da Câmara ou de um executivo”.

De resto, uma das principais ambições que Paulo Cunha coloca no Plano Estratégico de Vila Nova de Famalicão é a “capacitação dos cidadãos” no sentido de “construir uma comunidade cada vez mais comprometida e capaz”.


| PROGRAMA ABERTO À COMUNIDADE|

11 de setembro | 18h00 | Casa das Artes
Sessão de lançamento da iniciativa “Famalicão Visão’25 - 25 ideias de futuro”

11 de setembro a 10 de outubro
Sofá Visão’25

11 de setembro a 30 de outubro
Art Mail “Quem és tu, Famalicão?” - Concurso de postais ilustrados

13 de setembro | 10h00 | Salão Nobre dos Paços do Concelho
Art Mail “Quem és tu, Famalicão?” - Aula aberta

SEMANA DO CRESCIMENTO INCLUSIVO
19 de setembro | 10h00 | Biblioteca Municipal
Mesa redonda “Bibliotecas e arquivos: contributos para a memória local”

SEMANA DO CRESCIMENTO SUSTENTÁVEL
22 de setembro | Dia Europeu Sem Carros | Apresentação da 1ª fase do projeto da Rede Ciclável Urbana

25 de setembro | 14h30 | Louro
Seminário “Eficiência energética e fontes alternativas”

26 de setembro | 18h00 | Casa do Território
Estende a tua visão - Palestra “A agricultura familiar e as hortas comunitárias”

26 de setembro | 21h30 | Porta 22
Business Angels à procura de talentos - Drinks and Business

27 de setembro | 11h00 | Casa do Território
Estende a tua visão - Palestra “Amplitude social da agricultura familiar”

27 de setembro | 18h00 | Casa do Território
Estende a tua visão - Palestra “A agricultura familiar como ferramenta terapêutica”

28 de setembro | 11h00 | Casa do Território
Estende a tua visão - Palestra “Agricultura sustentável, alimentação saudável”

26 a 28 de setembro | Casa do Território
Estende a tua visão - Exposição

SEMANA DO CRESCIMENTO INTELIGENTE
29 de setembro a 3 de outubro | Centro Urbano de Vila Nova de Famalicão
“Se as paredes falassem…”

30 de setembro | 18h30 | Casa da Juventude
Minho Startup Coffee Famalicão

3 de outubro
Mesa redonda “Inovação na agricultura, agroindústria e floresta”

4 de outubro | 23h00 | Chez Caffee Caffee e Classe A
Bar da Moda, Reabilitar está na moda!

5 de outubro | 15h00, 17h00, 19h00 | Hotel Garantia
Reabilitar é uma garantia - Visitas guiadas

8 de outubro | 16h00 | Centro de Estudos Camilianos
Made INternacional - Oficina de exportação

SEMANA DA GOVERNANÇA DO TERRITÓRIO
6 de outubro
Início dos workshops das comissões sociais inter-freguesias
]]>
<![CDATA[Xadrez de alto nível em Famalicão]]> http://www.vilanovadefamalicao.org/_xadrez_de_alto_nivel_em_famalicao </p><img src="http://www.vilanovadefamalicao.org/op/image/?co=88463&h=c2324" width="304px" height="202px" border="0"/></p> Os melhores jogadores nacionais e internacionais de xadrez reúnem-se em setembro em Vila Nova de Famalicão para mais uma competição de alto nível, afirmando a cidade como uma referência nacional da modalidade.

O II Torneio Internacional de Xadrez realiza-se entre 1 e 6 de setembro, na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, em Vila Nova de Famalicão, numa organização da Associação de Xadrez do Distrito de Braga e do Clube Escolar de Xadrez da Associação Académica da Didáxis, com o apoio da Federação Portuguesa de Xadrez, do Município de Vila Nova de Famalicão e da Cooperativa de Ensino Didáxis. A apresentação pública do evento ocorreu esta terça-feira, 26 de agosto, com a presença de responsáveis daquelas entidades.

São aguardados cerca de uma centena de participantes, com destaque para sete jogadores titulados, nomeadamente o australiano David Smerdon (cabeça de série número um), o cubano Arian Gonzalez (um dos vencedores da primeira edição), o argentino Daniel Cámpora (medalha de ouro nas Olimpíadas de Moscovo em 1994) e o português Paulo Dias (número um da seleção nacional). Estão ainda confirmadas as presenças do selecionador nacional de xadrez, António Pereira dos Santos, e de alguns dos melhores jogadores de xadrez escolar da Didáxis, entre os quais, Ivo Dias (campeão europeu de xadrez) e Bruno Gomes (mestre nacional).

Para o presidente da Federação Portuguesa de Xadrez, Francisco Castro, o torneio deste ano será “ainda mais forte”, consolidando Vila Nova de Famalicão como uma “referência nacional da modalidade” graças ao “apoio da Câmara Municipal e ao reconhecimento do xadrez como uma mais-valia educativa por parte da Didáxis”. “É muito importante para o xadrez crescer através das escolas”, sublinhou.

A apresentação do II Torneio Internacional de Xadrez contou também com a presença do vereador do Desporto, Mário Passos, que enalteceu a importância da modalidade na aprendizagem e no sucesso escolar dos alunos. O autarca mostrou-se ainda orgulhoso pelo facto de Vila Nova de Famalicão ser já reconhecido a nível nacional, referindo-se ao evento como o “resultado de todo o investimento que o município tem feito no apoio à modalidade, principalmente no que diz respeito à implementação do xadrez nas escolas do concelho”.

De resto, impulsionar o crescimento desta modalidade em Vila Nova de Famalicão é um dos objetivos que a autarquia pretende concretizar, tendo já desafiado associações e colectividades desportivas do concelho a incorporarem esta modalidade.

Mário Passos aproveitou ainda a ocasião para anunciar que a Câmara Municipal se prepara para ceder um espaço à Associação de Xadrez do Distrito de Braga para aí instalar a sua sede distrital, o que mereceu os elogios do seu presidente, Carlos Dias.

Por seu lado, Mário Oliveira, responsável pelo Núcleo de Xadrez da Didáxis, agradeceu o apoio da autarquia famalicense na organização do evento, salientando também a importância do torneio no fomento da modalidade nas escolas do concelho. “Para além de inclusivo, o xadrez é também uma atividade educativa, fundamental para o crescimento dos nossos alunos”.


| PROGRAMA |

Sessão de abertura
Biblioteca Municicpal Camilo Castelo Branco
1 de setembro | 14h15

Competição
Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco
1 de setembro | 14h30 e 20h30
2, 3, 4 e 5 de setembro | 20h00
6 de setembro | 14h30

Conversas de Xadrez com Daniel Cámpora
Casa da Juventudede Famalicão
2 e 3 de setembro | 15h00

Simultânea de Xadrez com Daniel Cámpora
Didáxis de Vale S. Cosme
4 de setembro | 15h00

Sessão de encerramento
Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco
6 de setembro | 18h15
]]>
<![CDATA[Descobrir saberes e sabores nacionais a partir de Famalicão]]> http://www.vilanovadefamalicao.org/_descobrir_saberes_e_sabores_nacionais_a_partir_de_famalicao </p><img src="http://www.vilanovadefamalicao.org/op/image/?co=88456&h=02615" width="304px" height="202px" border="0"/></p> Do Norte ao Sul, todo o Portugal estará representado na Feira de Artesanato e Gastronomia de Vila Nova de Famalicão que arranca esta sexta-feira, 29 de Agosto, para 10 dias de festa e animação, para fazer recordar e valorizar tradições populares e artes ancestrais e para revelar novas artes e sabores. Serão mais de uma centena de expositores, a grande maioria dos quais artesãos que estarão a fabricar os seus produtos no decurso da feira. A eles juntam-se as tasquinhas regionais para retemperar forças e os restaurantes da região para afagar o estômago e a alma.

A Feira de Artesanato e Gastronomia de Vila Nova de Famalicão, que vai decorrer entre 29 de agosto e 7 de setembro, vai já para a sua 31ª edição e apresenta-se como um dos principais certames do género do Norte do país.

Dos tapetes de Arraiolos aos bordados de Viana, passando pela olaria de S. Pedro de Corval e pelo vidro soprado da Marinha Grande, entre tantos outros. É todo um país que se mostra em Famalicão através da arte de bem-fazer com as mãos. O artesanato local estará naturalmente em destaque, com os artesãos famalicenses a ombrearem com os artesãos nacionais na conquista da atenção dos muitos milhares de pessoas que são esperadas no evento. De Famalicão, são mais de 50 expositores em áreas muito diversas mas com incidência nas artes ancestralmente associadas à região, como a cestaria, a cerâmica, a escultura em madeira e a tecelagem.

“O artesanato e a gastronomia são aspetos da nossa identidade e do nosso desenvolvimento coletivo que importa promover e valorizar, porque ajudam a explicar aquilo que somos e são reflexo da marca de bem-fazer que nos caracteriza e que muito nos orgulha”, assinala a propósito o presidente da Câmara Municipal, confiante numa “edição sem paralelo na já longa história do certame”.

Pela primeira vez em muitos anos, a Feira de Artesanato e Gastronomia de Famalicão será de entrada livre em oito dos dez dias do certame, incluindo os fins de semana. Apenas nas duas sextas-feiras - 29 de agosto e 5 de setembro – será feita bilheteira (2,5 euros) em virtude dos espetáculos realizados.

Este ano, há também alterações na disposição dos expositores. “É um novo formato que convida as pessoas a fazerem um percurso diferente e a visitar todo o recinto, contribuindo para o conjunto do artesanato e da gastronomia”, refere o edil famalicense.

A animação será permanente e a prata da casa, que para o presidente da autarquia “é ouro”, vai voltar a brilhar. Será pois altura de descobrir o valor dos ranchos folclóricos do concelho, das academias de dança e dos grupos “Rosamate” e Tuna Académica da Universidade Lusíada, para além do fado de Magina Pedro e de Sara Sousa, entre outros.
]]>
<![CDATA[O mundo dos anfíbios para ver e descobrir na Casa do Território]]> http://www.vilanovadefamalicao.org/_o_mundo_dos_anfibios_para_ver_e_descobrir_na_casa_do_territorio </p><img src="http://www.vilanovadefamalicao.org/op/image/?co=88449&h=bf4b9" width="304px" height="202px" border="0"/></p> Se nos próximos dias visitar a Casa do Território, no Parque da Devesa, não estranhe se se deparar com uma rã ou com um sapo. Trata-se da exposição de animais vivos “Anfíbios - uma pata na água, outra na terra” que o espaço acolhe até ao dia 31 de outubro.

Rãs, sapos, salamandras e tritões são as estrelas desta mostra itinerante promovida pelo CIBIO - Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos da Universidade do Porto, e que agora se instala em Vila Nova de Famalicão para dar a conhecer o mundo, para muitos desconhecido, deste grupo de animais.

Para além de explicar como os anfíbios vivem entre o meio aquático e o meio terrestre, a mostra pretende também sensibilizar os visitantes para a proteção destes animais, considerados o grupo de vertebrados mais ameaçado a nível mundial.

A exposição "Anfíbios - uma pata na água, outra na terra” pretende alertar para os perigos deste grupo e mudar a imagem destes animais, uma vez que em Portugal, os anfíbios são pouco conhecidos pela população, estando frequentemente associados a mitos e crenças populares responsáveis pela sua aversão generalizada.

A entrada é gratuita e a exposição pode ser visitada de segunda a quinta-feira, das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00, à sexta-feira, das 9h00 às 12h00.
]]>
<![CDATA[Feira de Artesanato e Gastronomia volta a abrir portas aos artistas locais]]> http://www.vilanovadefamalicao.org/_feira_de_artesanato_e_gastronomia_volta_a_abrir_portas_aos_artistas_locais </p><img src="http://www.vilanovadefamalicao.org/op/image/?co=88422&h=28917" width="279px" height="202px" border="0"/></p> Já se contam os dias para o arranque de mais uma edição da Feira de Artesanato e Gastronomia. Para além da arte e engenho dos artesãos e das delícias da gastronomia tradicional, também a animação é um dos pratos fortes do certame, que decorre de 29 de agosto a 7 de setembro, no antigo campo da feira do município famalicense.

Os concertos do músico Alberto Índio, no dia 29 de agosto, e da banda Lucky Duckies, no dia 5 de setembro, são os grandes destaques da edição deste ano do evento, cujo programa de animação continua a ser marcado pela forte aposta na “prata da casa”.

Basta aliás olhar para o cartaz do certame para perceber que é nos artistas e grupos da terra que é feita a maior aposta da animação. Desde o Pop-Rock dos Rosamate, que atuam no dia 6 de setembro, à música popular dos Pentágono Show. Do fado, com as atuações de Sara Sousa e Magina Pedro, no dia 4 de setembro, ao folclore do Grupo Folclórico Danças e Cantares de Joane e do Rancho Folclórico de Santa Marinha de Mogege. Das atuações dos alunos das academias famalicenses Unidança e Gindança, aos sons estudantis da Tuna Académica da Universidade Lusíada, são muitos os nomes famalicenses que prometem proporcionar dias de festa e muita animação aos visitantes da feira.

Recorde-se ainda que, este ano, a entrada no recinto é gratuita, com exceção para os dias 29 de agosto e 5 de setembro, dias em que atuam Alberto Índio e a banda Lucky Duckies, cuja entrada terá o custo de 2,50 euros.

A Feira de Artesanato e Gastronomia decorre de segunda a quinta-feira das 18h00 às 24h00, à sexta-feira das 18h00 à 1h00, aos sábados das 14h00 à 1h00 e ao domingo das 11h00 às 24h00. Por sua vez, os restaurantes estarão disponíveis de segunda a quinta-feira das 12h00 às 15h00 e das 19h00 às 24h00. À sexta das 12h00 às 15h00 e das 19h00 à 1h00, ao sábado das 12h00 à 1h00 e aos domingos das 11h00 às 24h00 (no domingo dia 7 encerra às 22h30).


Confira a programação completa da edição de 2014 da Feira de Artesanato e Gastronomia de Vila Nova de Famalicão

Sexta - 29 Agosto
19h00
Abertura da Feira
22h00
Alberto Índio
1ª Parte com “Os Rosário”
Entrada: 2,5 € Bilhete único


Sábado - 30 Agosto
16h00
Grupo Folclórico Danças e Cantares de Joane
21h30
Arruada e Concerto pela Banda de Música de Riba d’Ave
Entrada: Gratuita

Domingo - 31 de Agosto
14h00 - 20h00
“Portugal em Festa” - Programa da SIC
Entrada: Gratuita

Segunda – 1 de setembro
21h30
Música Popular com Pentágono Show
Entrada: Gratuita

Terça – 2 de setembro
21h30
Espetáculo de Dança com a Academia Unidança
22h30
Espetáculo Musical - Made in School Band
Entrada: Gratuita

Quarta – 3 de setembro
21h30
Noite de Música Popular com Jonny Pereira e Pop Lux
Entrada: Gratuita

Quinta – 4 de setembro
15h00
Tarde Sénior com o Grupo Cultural Ramo de Oliveira
21h30
Noite de Fado
Magina Pedro e Sara Sousa (vencedora do Concurso de Fado Amador de Famalicão)
Entrada: Gratuita

Sexta – 5 de setembro
22h00
Lucky Duckies
1ª Parte com Miguel Correia – participante no "The Voice Portugal"
Entrada: 2,5 € Bilhete único

Sábado – 6 de setembro
16h00
Rancho Folclórico Santa Marinha de Mogege
22h00
Concerto dos Rosamate

Domingo – 7 de setembro
16h00
Associação de Tocadores e Cantadores ao Desafio Famalicense
18h00
Espetáculo de Dança com a Academia Gindança
19h30
Tuna Académica da Universidade Lusíada
22h30
Encerramento da Feira

]]>
<![CDATA[Vila Nova de Famalicão representado em Arte Postal]]> http://www.vilanovadefamalicao.org/_vila_nova_de_famalicao_representado_em_arte_postal </p><img src="http://www.vilanovadefamalicao.org/op/image/?co=88441&h=65178" width="304px" height="202px" border="0"/></p> A tapeçaria que representa Vila Nova de Famalicão nos anos 60, da autoria de Guilherme Camarinha, e que cobre uma das paredes do salão nobre dos Paços do Concelho serve de mote à iniciativa “2014 Arte Postal – Quem és tu… Famalicão?”, promovida pela Câmara Municipal em parceria com a Escola de Artes Plásticas “A Casa ao Lado”. Seguindo a matriz da tapeçaria, a iniciativa desafia os artistas a criarem uma nova imagem figurativa de Vila Nova de Famalicão na atualidade. Os trabalhos têm de ser entregues até 30 de Outubro, na sede da Escola A Casa ao Lado, na Avenida 25 de Abril, na cidade famalicense. As representações devem respeitar o tamanho de 10 cm x 15 cm, seguindo a lógica da Arte Postal.

Os trabalhos integrarão uma exposição que ficará patente no átrio dos Paços do Concelho, entre 29 de novembro e 31 de dezembro.
Os interessados devem informar-se através do blog mailartfamalicao.blogspot.com ou através da página de facebook, www.facebook.com/mailartfamalicao, onde encontrarão dados importantes e inspiradores para a criação artística.
Neste âmbito, será ainda organizada uma visita guiada com aula aberta ao salão nobre, no dia 13 de setembro, pelas 10h00, onde está patente a tapeçaria.
Refira-se que na tapeçaria a que Guilherme Camarinha deu o nome “Actividades Agrícolas”, pode-se observar do lado esquerdo, a representação de diversos trabalhos alusivos à agricultura como a sementeira, a preparação da terra para receber as sementes, a colheita e o malhar do milho e, do lado direito a representação da vindima animada por trovadores.
Esta tapeçaria além da carga terrena que possui, também tem uma simbologia mitológica e divina.]]>
<![CDATA[“Famalicão” de Manoel de Oliveira marca arranque de atividades no Arquivo Municipal]]> http://www.vilanovadefamalicao.org/_famalicao_de_manoel_de_oliveira_marca_arranque_de_atividades_no_arquivo_municipal </p><img src="http://www.vilanovadefamalicao.org/op/image/?co=88339&h=86cc5" width="304px" height="202px" border="0"/></p> O Arquivo Municipal Alberto Sampaio de Vila Nova de Famalicão vai abrir com chave de ouro as atividades do serviço educativo 2014-2015. A primeira iniciativa está já agendada para o dia 3 de setembro, pelas 15h00, e consiste na visualização do filme “Famalicão” realizado por Manoel de Oliveira, na década de 40, seguindo-se um espaço de diálogo com o famalicense Manuel Sampaio, que com 94 anos recorda “como se fosse ontem”, os dias das filmagens, em que serviu de cicerone ao cineasta.

Este será, de resto, um dos momentos mais interessantes da iniciativa tendo em conta que Manuel Sampaio conserva ainda uma memória prodigiosa, prometendo partilhar com o público as peripécias e episódios vividos com Manoel de Oliveira e a sua equipa, durante a temporada que passaram em Famalicão.
A iniciativa que se destina ao público adulto e sénior tem como objetivos conhecer, através do olhar do cineasta Manoel de Oliveira, o concelho e da vila de Famalicão na década de 40 do século XX nos seus diversos aspetos, nomeadamente, histórico, etnográfico, económico, cultural e social.
Para além da sessão de 3 de setembro, serão realizadas mais duas sessões a 7 de janeiro e 6 de maio de 2015. Os interessados devem efetuar a sua inscrição através do email emilianovoa@vilanovadefamalicao.org.
A iniciativa realiza-se no Arquivo Municipal Alberto Sampaio, junto ao Museu Bernardino Machado.
Refira-se que o filme “Famalicão” de Manoel de Oliveira apresenta as origens lendárias de Vila Nova de Famalicão enquanto centro de comunicação rodoviária e ferroviária entre várias localidades do Norte. As alegres e pitorescas ruas., os acontecimentos registados nos jornais da terra. Dá a conhecer edifícios como o Hospital da Misericórdia, a Câmara Municipal, o monumento a Camilo Castelo Branco, em S. Miguel de Seide. Mas também , o trabalho nos campos, as igreja, e claro, as indústrias de fiação e tecidos, de botões e de relógios (única na Península).
]]>
<![CDATA[Sunset Pool Party para celebrar Dia Internacional da Juventude]]> http://www.vilanovadefamalicao.org/_sunset_pool_party_para_celebrar_dia_internacional_da_juventude </p><img src="http://www.vilanovadefamalicao.org/op/image/?co=88331&h=7f99d" width="304px" height="202px" border="0"/></p> Nesta terça-feira, 12 de agosto, celebra-se o Dia Internacional da Juventude. Em Vila Nova de Famalicão, a data é assinalada com uma Sunset Pool Party, nas Piscinas Municipais, a partir das 16h00. A entrada é livre para jovens com idades entre os 12 e os 30 anos. Os participantes devem ir vestidos de amarelo, laranja ou verde, as cores do dress code da festa. A música estará a cargo dos dj´s Mor, Doub Coud e Two Flights para garantem animação total.
Entretanto, a partir das 10h00, as piscinas municipais estão abertas com acesso gratuito para os jovens.


]]>
<![CDATA[Passe Sénior Feliz já permite viagens a partir das 8h30]]> http://www.vilanovadefamalicao.org/_passe_senior_feliz_ja_permite_viagens_a_partir_das_8h30 </p><img src="http://www.vilanovadefamalicao.org/op/image/?co=88327&h=17dbe" width="304px" height="202px" border="0"/></p> Os famalicenses portadores do Passe Sénior Feliz já podem viajar nos transportes públicos a partir das 8h30 desde o passado dia 4 de agosto. Trata-se de uma antecipação de quinze minutos em relação ao horário anterior que permitiu alargar o número de carreiras que os seniores podem utilizar nas suas deslocações diárias pelo concelho.

O Passe Sénior Feliz é um título de cariz social que permite aos cidadãos com 65 anos ou mais e aos reformados residentes no concelho viajar as vezes que quiserem e em qualquer uma das operadoras de transportes públicos urbanos e interurbanos que operam no município por apenas 7,73 euros mensais. Este serviço é desenvolvido pela Câmara Municipal em parceria com os TUF - Transportes Urbanos de Famalicão e as empresas de transportes rodoviários ARRIVA, TRANSDEV e AUTO VIAÇÃO PACENSE.

Além destas vantagens, durante os meses de Verão, entre junho e setembro, os seniores famalicenses portadores daquele passe podem ainda viajar até às praias da Póvoa de Varzim e de Vila do Conde nos autocarros da ARRIVA pelo preço especial de 2,20 euros, ida e volta.

Refira-se que o carregamento ou a aquisição do Passe Sénior Feliz é feito agora no Centro Coordenador de Transportes (Central de Camionagem) de Vila Nova de Famalicão.
]]>
<![CDATA[Festival Contos d’Avó regressa em setembro]]> http://www.vilanovadefamalicao.org/_festival_contos_davo_regressa_em_setembro_2 </p><img src="http://www.vilanovadefamalicao.org/op/image/?co=88310&h=028e1" width="269px" height="202px" border="0"/></p> Contos d’Avó, o festival itinerante de contadores de histórias que se apresenta dentro das casas de avós famalicenses, tem regresso marcado para o mês de setembro e com novidades tanto ao nível dos convidados como dos locais escolhidos para a realização das sessões.

Entre 5 e 13 de setembro, em Joane, Pousada de Saramagos e Vermoim, contadores de histórias profissionais vão entrar em casa de avós para os encantar e para encantar filhos, netos, bisnetos, amigos, vizinhos e quem mais quiser aparecer. As sessões têm entrada livre e este ano vão decorrer também em tascas e associações recreativas daquelas freguesias na sequência de um trabalho de identificação de locais onde ocorrem de forma espontânea manifestações informais de partilha de histórias, lendas, adivinhas e anedotas.

Depois do sucesso da primeira edição realizada em 2013, com onze sessões que encheram as casas de avós em Joane, Pousada de Saramagos e Vermoim, o festival promovido pelo Teatro da Didascália e apoiado pelo Município de Vila Nova de Famalicão pretende afirmar-se no panorama cultural do concelho.

Contos d’Avó tenta recuperar os serões de outros tempos, preservando e fomentando o hábito de contar histórias, ao mesmo tempo que fortalece a partilha entre quem conta e quem se senta para ouvir. Uma prática perdida ao longo dos anos que vê agora recriados neste festival a sabedoria popular e o ambiente fraternal da família.


Consulte aqui o programa completo
]]>